Informativo

ANO 3 - n.º 035 - 17/02/2009

Desenvolvendo as pessoas dentro das Organizações

 

Menu Principal:

Que tal liberar sua mochila?

7 Atitudes para conquistar uma vida saudável

Reflexão

 

Mente e Intelecto

QUE TAL LIBERAR SUA MOCHILA?

 

Para começar, gostaria de propor que você reflita sobre tudo que foi colocando em sua mochila pessoal e acumulando ao longo da vida, como: conceitos do que é certo e errado, conhecimentos, valores, crenças, etc.

 

Quando nascemos, nossa mochila está vazia neste sentido e vai sendo preenchida ao longo de nossa vida através de experiências, perdas, ensinamentos que recebemos de nossa família, do que estudamos, da vivência com amigos e colegas, enfim, do mundo que nos cerca.

 

Este processo é extremamente válido, não o estou desconsiderando, afinal ele ajuda no processo de nos tornar e entender quem somos hoje!

 

O que gostaria de fazer com que vocês refletissem neste momento é: Há quanto tempo não “revisitam” sua mochila? Mantendo o que lhe ainda é útil e que te agrega e jogando fora o que se tornou obsoleto!

 

A grande dificuldade é encontrar algo que tenha se tornado obsoleto não é mesmo? Pois se enraizou de tal forma que tudo se torna uma crença inquestionável, e é aí que existe o problema, pois nossa mochila está constantemente cheia, e como um compartimento cheio pode receber coisas novas?

 

Eu comparo esta experiência como uma grande faxina em nosso armário, onde nos apegamos àquele casado marrom que não usamos há uns 5 anos, ou àquela calça jeans que um dia voltará a nos servir. Já passaram por algo assim? Vivenciaram este apego? Muito bem, se a resposta foi positiva, o que proponho é um pouco mais “trabalhoso”, mas vale a pena, nos deixa mais leve e com mais sabedoria para lidarmos com os impasses que nos deparamos no dia-a-dia.

 

Voltando ao assunto de liberar espaço em nossa mochila, como podemos desta forma nos permitir tentar olhar com os olhos do outro ou mesmo ter um novo olhar mais amplo, se estamos tão repletos de nós mesmos, tão cheios de razão do que é certo e errado!

 

Nossas percepções muitas vezes nos enganam e são restritas a esta consciência que adquirimos ao longo da vida e com isso não nos permitimos olhar além, com uma consciência mais ampla e inserida em um sistema maior que pode explicar, muitas vezes, o porquê repetimos os mesmos padrões, como uma criança que repete uma lição até que ela tenha sido “apreendida”.

 

Revisitar nossa mochila frequentemente e manter uma postura de eterno aprendiz nos permite crescer muito mais rapidamente e dar menos “cabeçadas” em todas as áreas de nossas vidas.


 

 

 

 

 

Então minha proposta hoje é: Dê uma checada em sua mochila e permita-se olhar sem julgamentos, de forma aberta para tudo o que acontece neste momento em sua vida!



 

ADRIANA VICCO

 

Físico e Emocional

7 ATITUDES PARA CONQUISTAR  UMA VIDA SAUDÁVEL

 

Quem quer viver mais e melhor sabe que tem que apostar no tripé atividade física, dieta equilibrada e menos estresse. O problema é saltar da teoria para a prática

 Uma pesquisa com mais de 7 mil pessoas em São Paulo e em Porto Alegre, feita pelo Isma-BR, entidade internacional para o estudo do estresse, revelou que apenas 7% delas acreditam ter um estilo de vida realmente saudável.  

Os cientistas apostam em sete atitudes surpreendentemente simples, mas eficientes, quando o assunto é atingir metas para uma vida mais saudável.  

1. Não fique ensaiando uma decisão É normal imaginar o que se pode perder quando se faz uma escolha. O problema é superestimar os possíveis prejuízos. Depois que se põe em prática a decisão tomada a duras penas, percebe-se que os aspectos negativos foram bem menores do que o imaginado.  

2. Concentre-se nos ganhos Você resolveu mudar seus hábitos à mesa. “Em vez de pensar no que você vai perder, calcule o quanto vai ganhar. Sua pele ficará mais saudável, você vai perder alguns quilinhos, sua auto-estima e sua disposição crescerão e assim por diante”, ressalta a nutricionista Sheila Pasquarelli, chefe do setor de nutrição do Hospital Santa Helena, da capital paulista. Ah, um pastel ou um brigadeiro de vez em quando estão, sim, liberados. Afinal, viver de restrições alimentares não tem a menor graça. O verbo que impera na busca da saúde é controlar, e não cortar.  

3. Cometa, sim, pequenos deslizes Esta terceira atitude é um complemento da anterior. Se você viajou e se fartou de comer durante um tempo ou numa semana agitada deixou de praticar caminhada, não use isso como desculpa na linha do "nunca vou conseguir". É preciso permitir-se verdadeiramente fugir da rotina saudável de vez em quando. Rigor em excesso só vai contribuir para aumentar o desânimo. 

4. Considere suas emoções Se você está passando por um momento particularmente difícil, aí mesmo é que sonha em ter uma rotina diferente, capaz de atenuar as turbulências. Muita calma nessa hora. Um estudo conduzido na Universidade do Sul da Califórnia, nos Estados Unidos, reforça esta relação: pacientes com lesões na área cerebral responsável pelo controle dos sentimentos não conseguem traçar metas e cumpri-las.  

5. Cuidado com a pressão social “Busque o autoconhecimento e descubra o que está errado na sua rotina. Evite as interferências alheias. Quando tentamos mudar para agradar aos outros e não a nós mesmos, o fracasso é quase inevitável”, opina a psicóloga Ana Maria. Também não se desvie dos seus objetivos por mais que isso pareça difícil. 

6. Comemore cada bom resultado (por menor que seja) Quanto mais o objetivo traçado estiver perto do seu alcance, maior será o estímulo para alcançá-lo. Digamos que você se propôs transformar radicalmente a dieta, mas tudo o que conseguiu foi cortar os alimentos gordurosos. Não pense nisso como uma derrota, mas sim como uma grande vitória parcial. O próximo passo será excluir outros inimigos de uma refeição equilibrada e assim por diante.  

7. Tenha sempre uma segunda opção Às vezes o resultado de nossas escolhas fica muito aquém do que esperávamos. Entrar na academia não foi uma boa idéia? Nesse caso, procure praticar um outro esporte, em vez de se assumir um sedentário inveterado. Não é porque o primeiro caminho não funcionou para chegar lá que você irá desistir, não é mesmo?

 

Fonte: Anderson Moço - Adaptado por Vicco Consultores

 

Desenvolvimento Interior

REFLEXÃO

“Quem conhece a sua ignorância revela a mais profunda sapiência. Quem ignora a sua ignorância vive na mais profunda ilusão.”

 “Para ganhar conhecimento, adicione coisas todos os dias. Para ganhar sabedoria, elimine coisas todos os dias”.

Fonte: Lao Tse

 

 

Para acessar as edições anteriores, entre em nosso site no link "Informativos"

 

Se deseja indicar algum amigo(a) para receber nosso Informativo SeRH mensalmente, nos envie um e-mail através de contato@viccoconsultores.com.br com o título “Indicação”, ficaremos muito felizes em incluí-lo(a).

A Vicco Consultores respeita a sua privacidade e é contra o Spam na rede. Se você não deseja mais receber nossos Informativos, responda esta mensagem com o título “REMOVE”

 

Vicco & Consultores Desenvolvendo Pessoas e Organizações Ltda

Rua Goitacazes, 45 – sl 12 – Centro – São Caetano do Sul – SP – CEP: 09510-300

Site: www.viccoconsultores.com.br - E-mail: contato@viccoconsultores.com.br - Fone/Fax: 11 4224-6551
 

 

..............................................................................................................................

imprimir | Download

...............................................................................................................................